Jose Gomes
"Lições que aprendi quando era pequeno", por Gordon B Hinkley

Sentido da vida

Espaço Publicitário

Browsers Suportados

Este WebSite foi desenhado para os seguintes browsers.

Firefox 3.0+ Internet Explorer 6 Internet Explorer 7 Safari 3.1+ Opera 9.5+ Camino 1.0+ Konqueror Chrome 1.0+

Visitantes do Site

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje8
mod_vvisit_counterOntem127
mod_vvisit_counterEsta Semana461
mod_vvisit_counterEste Mês1909
mod_vvisit_counterTotal478731
On-line desde 27-12-2008

Em Linha

Temos 8 visitantes em linha
  • JImagens Rotativas
  • JImagens Rotativas
  • JImagens Rotativas
  • JImagens Rotativas
  • JImagens Rotativas
  • JImagens Rotativas

Sandra Vale - Cabeleireiros

Redes Informáticas, práticas e métodos utilizados

Cada empresa ou instituição tem uma estrutura diferente, equipamentos diferentes, com mais ou menos utilizadores.

 

 

Quando pensamos nas muitas possibilidades de ligações e configurações que tem de ser feitas, por vezes pode parecer uma grande dor de cabeça, mas na realidade é bem simples, desde que o trabalho seja organizado e bem definido inicialmente, com uma estrutura que nos indique como serão feitas as ligações.

Normalmente costume desenhar uma estrutura que me identifique as ligações de cada máquina e sua função dentro da rede, desta forma não tenho de me preocupar se me esqueço como foram feitas as ligações, quando chego junto do bastidor está sempre um esquema idêntico a esta imagem seguinte colado na porta, o que facilita a tarefa.

 

 

 

Nas ligações de rede que normalmente faço,  utilizo sempre a classe B, como no exemplo abaixo.

Partilhe esta página no seu Facebook: